Causas da Decadência dos Povos Peninsulares

Causas da Decad ncia dos Povos Peninsulares Com pref cio de Eduardo Louren o Revisita o da Mitologia Anteriana E ainda tr s anexos Programa das Confer ncias Democr ticas Portaria do Minist rio do Reino proibindo as Confer ncias Carta de An

  • Title: Causas da Decadência dos Povos Peninsulares
  • Author: Antero de Quental
  • ISBN: 9789728955700
  • Page: 250
  • Format: Paperback
  • Com pref cio de Eduardo Louren o, Revisita o da Mitologia Anteriana E ainda tr s anexos Programa das Confer ncias Democr ticas , Portaria do Minist rio do Reino proibindo as Confer ncias , Carta de Antero dirigida ao presidente do Conselho de Ministros , todos eles obviamente relacionados com as Confer ncias do Casino de 1871, onde o texto foi originalmente lido.

    • Free Download [Self Help Book] ✓ Causas da Decadência dos Povos Peninsulares - by Antero de Quental Å
      250 Antero de Quental
    • thumbnail Title: Free Download [Self Help Book] ✓ Causas da Decadência dos Povos Peninsulares - by Antero de Quental Å
      Posted by:Antero de Quental
      Published :2018-07-16T00:51:50+00:00

    One thought on “Causas da Decadência dos Povos Peninsulares”

    1. "Entre o senhor rei de então, e os senhores influentes de hoje, não há tão grande diferença: para o povo é sempre a mesma servidão. Éramos mandados, somos agora governados, os dois termos quase que se equivalem. () Finalmente, do espírito guerreiro da nação conquistadora, herdámos um invencível horror ao trabalho e um íntimo desprezo pela indústria. Os netos dos conquistadores de dois mundos podem, sem desonra, consumir no ócio o tempo e a fortuna, ou mendigar pelas secretarias u [...]

    2. Este livro, que parte do discurso de Antero de Quintal com o mesmo nome, é uma das melhores obras para compreender o porquê do génio peninsular entrou e permanece em decadência. É um pequeno e conciso livro que qualquer ibérico deve ler para compreender a verdade do seu atraso civilizacional e para trazer luz sobre o que é ser peninsular (aconselho até uma leitura paralela com a História Da Civilização Ibérica de Oliveira Martins)É um livro que se mantém actual e com o qual podemos [...]

    3. Livro a meu ver quase obrigatório para as escolas portuguesas (e até espanholas) que nem sei como não é mais falado. Cabia perfeitamente em um programa escolar. É fácil de se ler, curto e eficaz. Com tantos livros que se dá análise nas escolas, que muitos, lá no fundo não enriquecem assim tanto e é mais do mesmo. Este poderia estar no programa.Este livro é um reflexo da história e sociedades Portuguesas e Espanholas, que dá tanto para os Portugueses e Espanhóis Peninsulares, como [...]

    4. Antero de Quental apresenta nesta obra, escrita para ser lida nas Conferências do Casino, as causas, na sua opinião, do atraso civilizacional nos países peninsulares (Portugal e Espanha). De acordo com o autor estas seriam: a Reforma Católica conduzida pelos Jesuítas, reforma esta que, após o Concílio de Trento, estabeleceu a Inquisição, estabeleceu uma série de livros e assuntos "proíbidos, a indocritinação dos povos e conversão de judeis, a autoridade papal enquanto voz suprema d [...]

    5. Mais uma leitura para a universidade - e no meio de tantas obras literárias enormes, como a Iliada,Odisseia,Metamorfoses,Inferno, etc, este pequeno texto expositivo argumentativo, com as suas escassas 120 páginas em contraste com os restantes com mais de 500, foi bem vindo, embora continuasse reticente pela sua temática, uma vez que não vai de encontro aos meus gostos pessoais e decerto não seria algo que escolheria voluntariamente para ler.Surpreendeu-me,contudo, pela sua concisão de pens [...]

    6. Estamos condenados a um destino subalterno e humilhante que nos entorpece? Antero de Quental revela as causas desta nossa desgraça: 1- concílio de Trento, onde a igreja de Roma consegue subjugar países como Portugal e Espanha; 2- absolutismo monárquico obscurantista; 3- descobrimentos (?): de D. João I até 1640, a população em Portugal caiu de 3 milhões para 1 milhão. A agricultura desapareceu, a indústria não se desenvolveu, etc. Apesar de ter sido uma epopeia conduzida por grandes [...]

    7. Discurso dado en el Casino de Lisboa en 1871 por Antero de Quental, que a pesar del tiempo que ha pasado, no deja de tener un punto de actualidad. Buen análisis del porqué dos imperios como fueron el portugués y el español se hunden y quedan en la sombra para siempre. Por supuesto que hay más razones, los errores del siglo XX añadirían más leña al fuego y claro que no todo lo que hacen los demás está bien. Un canto a no resignarse y a luchar por ser mejores.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *